Blog do Sono

 

Aqui está outra razão pela qual ter uma boa noite de sono deve estar na sua lista de tarefas obrigatórias: dormir menos de seis horas por noite ou acordar com frequência aumenta o risco de desenvolver placas prejudiciais nas artérias de todo o corpo, não apenas no coração.

Você já deve ter passado por isso: sentir-se tão cansado que não consegue dormir. Às vezes, essa é uma sensação que dura muito mais do que uma noite, repetindo-se dia após dias. A grande questão é que não sabemos descansar, segundo um TED Talk viral da médica e pesquisadora Dra. Saundra Dalton-Smith. Para ela, a resposta está na forma com que descansamos: confundimos constantemente essa ideia com o fato de não se fazer nada ou, ainda, achamos que descansar é o mesmo que dormir. 

Você já deve ter vivido essa situação: bebeu demais e foi dormir logo em seguida. De início, pensa-se que a noite de sono será boa. Mas, alguns minutos depois, logo nota-se que esse pensamento está errado. Além de deixar uma sensação indescritível de ressaca, o consumo de bebidas alcoólicas também reduz consideravelmente a qualidade do sono. Por funcionar como um sedativo, muitas pessoas acreditam que beber melhora o sono, mas a realidade é totalmente o oposto.

Existem ao menos 16 formas diferentes de dormir. Essa é uma conclusão realizada por um estudo no Reino Unido e publicado na PNAS, constatada através de uma revisão sistêmica de dados de sono de 100 mil pessoas que vivem na região. No futuro, espera-se que a pesquisa ajude especialistas a diagnosticarem melhor a insônia e a pré-insônia.

As pessoas estão valorizando uma boa noite de sono. Diferentes marcas já entenderam o recado e estão apostando na economia do sono, proporcionando alternativas que ajudam a dormir melhor. Segundo um estudo publicado no The Lancet, em junho de 2021, uma em cada cinco pessoas apresentou problemas de sono durante a pandemia, algo que explica, em parte, o aumento das preocupações em relação à questão.

Tanto a apneia como a sinusite reduzem a qualidade do sono. A primeira ocorre devido à obstrução parcial ou completa das vias respiratórias e é diagnosticada pela manifestação de alguns sintomas: boca seca, sonolência, irritabilidade, dores de cabeça, no peito e na garganta, além de ronco e falta de concentração.

Pagina 1 de 42

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!

Fale Conosco