Blog do Sono

Pessoas que dormem menos de seis horas por noite e, ao acordar, estão prontas para uma longa jornada, costumam despertar inveja. Personalidades como Barack Obama, Elon Musk e João Dória adoram informar ao mundo que, por dormirem menos, conseguem produzir mais.

Uma investigação médica pode ser dividida na análise dos sintomas e sinais. Sintoma é tudo que o paciente relata ao médico. Sinal é tudo que o médico observa no paciente, como olheiras profundas, por exemplo. O ronco não se enquadra em nenhuma dessas categorias.

A preocupação com a qualidade do sono não é de hoje. Muitas pesquisas vêm demonstrando a importância de priorizarmos esse assunto, reservando pelo menos sete horas diárias e ininterruptas de sono todos os dias. 

Provavelmente existem apenas dois aspectos que unem todas as pessoas: a morte e o sono. A pandemia do novo coronavírus veio para modificar ambos. O medo do vírus, do desemprego e a saudade da rotina antiga trazem mais ansiedade, dificultando na hora de dormir. 

O sono é fundamental em nossas vidas, mas muitas vezes priorizamos o trabalho. Dados recentes do Ministério do Trabalho comprovam essa afirmação: estima-se que 15 milhões de brasileiros troquem o dia pela noite na hora das atividades laborais.

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!