Blog do Sono

Neste sábado, termina o horário de verão: os ponteiros devem voltar uma hora quando for meia-noite. A mudança pode afetar o funcionamento do organismo, com consequências na saúde e no bem-estar das pessoas. Para John Araújo, médico e professor titular de Cronobiologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o sono tem um caráter reparador para o cérebro e, por isso, é importante minimizar o impacto de atrasar o relógio e o ritmo do corpo. 

 

Sintomas como ressonar, sonolência em excesso ou cansaço durante o dia indicam que é possível estar com apneia obstrutiva do sono. 

Os pacientes que apresentam essa condição são 12 a 18 vezes mais propensos a acidentes vasculares cerebrais (AVC) e a enfartes do miocárdio. São, também, mais sujeitos a problemas no trabalho e a contrair infecções pela redução da capacidade de defesa do sistema imunológico.

         Segundo especialistas da Academia Americana de Pediatria (AAP), todas as crianças e adolescentes que roncam regularmente devem realizar exames periódicos, a fim de prevenir a apneia obstrutiva do sono. Essa condição acontece quando a respiração é bloqueada durante o sono, provocando sintomas como falta de ar, interrupção do sono e dificuldades na aprendizagem. A recomendação integra uma revisão da AAP acerca do diagnóstico e do tratamento da apneia infantil. 

Por que dormimos? Por que sonhamos? Esses dois questionamentos foram as perguntas mais instigantes pulicadas pela revista Science em 2005. Ainda que não se saiba exatamente como responder a essas perguntas, diversos assuntos sobre o sono discutem sua importância. Para Renato Watanabe, analista de Pesquisa Clínica da Evidências – Kantar Health, a função do sono não é totalmente esclarecida, mas ocupa um papel primordial na saúde: “Exerce uma atividade reparadora com grande influência no funcionamento de sistemas como o nervoso, o cardíaco e endócrino”. 

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!