Blog do Sono

Em algum momento da vida, qualquer pessoa terá uma noite mal dormida e acordará de mau humor, cansado, irritado ou com muita sonolência. Desde que isso não seja uma rotina, não há com o que se preocupar. Mas muitas pessoas não têm um sono de qualidade e acabam desenvolvendo distúrbios que requerem a intervenção de um profissional.

Foi só a partir do final de década de 50 que o sono passou a ser compreendido como um processo ativo. Até então, o sono era tratado como um momento passivo, quando cérebro sofria lapsos que induziam ao sono.

Os alimentos podem ser aliados ou adversários do sono. Cálcio, magnésio e potássio são alguns dos minerais que contribuem para a melhora do sono. Por outro lado, alimentos com muito açúcar, cafeína ou chá verde tendem a prejudicar o sono.

Prêmio anunciado nesta segunda-feira (2) foi para três cientistas que desvendaram mecanismos do ritmo circadiano, o relógio interno dos seres vivos que antecipa mudanças ambientais.
Os norte-americanos Jeffrey C. Hall, Michael Rosbash e Michael W. Young levaram o Nobel de Medicina e Fisiologia de 2017 por suas descobertas sobre o ritmo circadiano, o relógio biológico interno dos seres vivos. Juntos, eles foram premiados com 9 milhões de coroas suecas (aproximadamente 3,5 milhões de reais). O prêmio foi anunciado na manhã desta segunda-feira (2) na Suécia, mas as pesquisas foram desenvolvidas nos anos 1980 a partir do estudo de moscas.

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!