Qualidade é mais importante do que quantidade

O frio deixa a maioria das pessoas com vontade de dormir mais um pouco e aproveitar o calor das cobertas. Isso não significa que o corpo necessite de mais horas de sono no inverno.

Apenas ficar no quentinho da cama é mais agradável do que levantar e encarar as baixas temperaturas que irão se acentuar a partir do dia 20 de junho, quando o inverno chegar oficialmente.

Mais importante do que a duração, é a qualidade das horas dormidas. O sono ruim tem efeitos de curto e de longo prazos. No início, a pessoa que dorme mal apresenta sonolência excessiva, alterações de humor, baixa produtividade, dificuldade de concentração, perda da memória recente, comprometimento da criatividade e irritabilidade.

No longo prazo, os problemas podem ser ainda maiores, pois dormir mal leva a mudanças do metabolismo, e o organismo passa a ficar mais predisposto a diversos distúrbios do sono e algumas doenças. Obesidade, diabetes e problemas gastrointestinais e cardiovasculares são as mais frequentes.

Portanto, se seu sono não é de qualidade no dia a dia, procure ajuda profissional, pois as consequências surgem rapidamente.

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!