Um bom sono é um sonho possível 

Quem nunca passou por um mal dia depois de uma noite de luta contra a insônia? 
Seja por problemas pessoais, profissionais ou físicos, esse é um mal que atinge uma parcela significativa da população. 

A Academia Americana de Medicina do Sono tem catalogado 88 transtornos do sono e segundo pesquisas atinge 1 a cada 7 pessoas das mais variadas idades e etnias, no Brasil o número considerado é de 33% da população. 
A campanha que é divulgada através de  394 entidades médicas localizadas em 72 países, visa alertar para a necessidade de ser analisado não só quantas noites são passadas em claro como também a qualidade do sono. Sintomas como acordar com a sensação de cansaço ou com alto grau de irritabilidade pode ser um sinal que  está ocorreu algum distúrbio do sono no paciente.
A maioria dos distúrbios do sono é evitável ou tratável, mas menos de um terço dos doentes procura ajuda profissional. Os distúrbios do sono constituem uma epidemia global que ameaça a saúde e qualidade de vida da população mundial.
“A quantidade de horas de sono varia de pessoa para pessoa, mas geralmente, fica entre 7 e 9 horas. A falta de um sono de qualidade reduz a concentração, diminui a produtividade académica e profissional e é uma das principais causas de acidentes rodoviários. Pode levar também ao desenvolvimento de problemas de saúde, como a hipertensão, doença cardíaca, diabetes, etc.
O Dia Mundial do Sono,17 de março, é uma iniciativa da World Association of Sleep Medicine (WASM) que busca diminuir a incidência de problemas de sono em geral na sociedade através da prevenção, orientação e tratamento adequado para as mais diversas desordens de sono como o ronco, a apneia do sono, insônia, bruxismo entre outros distúrbios.

 

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!