Crianças, férias escolares, rotina e relógio biológico

Nas férias escolares, as crianças devem manter a rotina normal do restante do ano para não desregular o relógio biológico delas, gerando prejuízos no futuro. Essa é a recomendação de especialistas, que deve ser seguida também pelos pais e adultos.

Por mais que nas férias o dia esteja livre para as mais variadas brincadeiras e ficar até mais tarde “não é problema” porque no dia seguinte não há horários e compromissos a cumprir, sair completamente da rotina pode prejudicar e muito a volta às aulas. Por exemplo, a tarefa de acordar os filhos se torna mais difícil para os pais e, para piorar, as crianças vão à escola sonolentas e com aquele mau humor. Mas os problemas vão além e podem ser mais graves.

Sem dormir bem, não há qualidade do sono e o organismo, por consequência, funciona mal e prejudica a produção de vários hormônios, como o hormônio do crescimento. Logo, o ideal é manter a mesma rotina do ano durante as férias das crianças, algo que deve ser estendido para os filhos adolescentes, que são ainda mais afetados. Isso porque, embora a criança mude sua rotina e passa a ficar mais tempo acordada, chega um momento em que ela gasta tanta energia que acaba dormindo devido ao cansaço. Já o adolescente consegue trocar o dia pela noite facilmente, ficando na frente do computador mesmo cansado. E depois, o que acontece? O filho adolescente leva mais de um mês para entrar no ritmo das aulas.

A importância do relógio biológico para a criança

Quando se desregula o relógio da criança, as consequências não são boas. Ao mexer com a produção dos hormônios do crescimento e desenvolvimento, o relógio biológico desregulado faz o organismo funcionar inadequadamente, que pode causar dores de cabeça, mau humor e dificuldade de concentração. Além da dificuldade de acordar no horário certo na volta às aulas.

Rotina nas férias

Os pais podem deixar o filho dormir e acordar um pouco mais tarde do habitual. A variação em relação à rotina do restante do ano deve ser de uma ou duas horas, no máximo. Principalmente se as férias são curtas.

Readaptação à rotina das aulas

Uma semana antes do fim das férias escolares, faça o filho voltar à rotina das aulas. Passe a dormir e acordar um pouco mais cedo até chegar próximo à rotina normal.

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!