Uso do celular à noite prejudica o sono

Uma pesquisa realizada na Universidade Washington and Lee, nos Estados Unidos, mostrou que pessoas que trocam muitas mensagens pelo celular à noite são mais propensas a sofrer com insônia, dormir poucas horas ou sentir mais cansaço durante o dia seguinte. Por isso, os pesquisadores recomendam que as pessoas com problemas relacionados ao sono deixem de usar seus celulares antes de dormir.

De acordo com a pesquisa, os problemas relacionados ao sono parecem piorar quando a pessoa está com estresse. No caso, usar o celular antes de dormir afetaria a saúde emocional. “Trocar mensagens ao se deitar pode exacerbar os efeitos psicológicos negativos do estresse”, disse Karla Murdock, coordenadora do estudo.
Ao todo, participaram da pesquisa 83 estudantes universitários entre 18 e 21 anos de idade. Aos pesquisadores, os estudantes relataram seus hábitos antes de dormir e foram submetidos a uma série de testes que mediram fatores como níveis de estresse e bem-estar emocional, além da qualidade do sono.
A partir dos relatos e testes, os pesquisadores observaram que os participantes que usavam o celular antes de ir para a cama regularmente apresentaram mais propensão a ter problemas relacionados ao sono. Isso estaria associado com o fato de que, ao passar mais tempo trocando mensagens, a pessoa acaba indo dormir cada vez mais tarde e ainda pode acordar no meio da noite para ver e respondem uma mensagem que recebeu.
Os pesquisadores salientam que a pesquisa não revelou que o uso do celular à noite provoca os problemas relacionados ao sono. Mas mostrou que há uma associação entre os dois fatores. Portanto, vale a recomendação: diminua o uso do celular após ir se deitar e evite distúrbios do sono.

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!