DISTÚRBIOS DO SONO NAS CRIANÇAS 

Durante o sono da criança, podem ocorrer manifestações denominadas "parassônias", que são movimentos e/ou comportamentos que representam fenômenos físicos decorrentes da ativação do sistema nervoso central, e como repercussão observa-se um sono interrompido. As principais parassônias na criança são: despertar confusional, terror noturno, sonambulismo e pesadelos. 

Tais comportamentos durante o sono são principalmente ligados ao desenvolvimento e de acordo com a expressão e frequência, necessitam de recomendações médicas específicas. Se forem repetitivos ou perturbadores da dinâmica familiar, torna-se importante a avaliação do paciente por especialista na área de sono. Em última instância, será necessária a utilização de medicamentos. É fundamental a orientação dos familiares sobre tais comportamentos e como melhor abordá-los. 

  • DESPERTARES CONFUSIONAIS

Os despertares confusionais ocorrem principalmente na criança pequena, e manifestam-se por movimentos de debater-se associados ao choro inconso-lável, e geralmente acompanhados de intensa sudorese.

  • TERROR NOTURNO

O terror noturno acomete 3% das crianças e tem um importante componente familiar. Ocorre com maior frequência entre 5 e 7 anos de idade. A ocorrência diminui com a idade, sendo que menos de 1% dos adultos apresentam este distúrbio do sono. Caracteriza-se por um comportamento durante o sono, onde a criança senta-se na cama com expressão de medo em seu rosto, com aumento taquicardia cardíaca, respirando rapidamente e com muita sudorese. Os ataques duram de 30 segundos a 5 minutos, sendo raramente mais longos. As crianças voltam a dormir em seguida, sendo que não se recordam do fato ocorrido na manhã seguinte. Alguns episódios podem estar relacionados com estado febril. Tais ataques de terror noturno tendem a ocorrer no início da noite, fato que pode ajudar na diferenciação com pesadelos que ocorrem na final da noite de sono. 

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!