Rotina do sono para a quarentena

 

O número de casos suspeitos e confirmados no Brasil do novo coronavírus (Covid-19) vem aumentando todos os dias. O vírus é de fácil transmissão e pode causar complicações respiratórias. Uma das medidas mais eficazes para combatê-lo é o isolamento social. A quarentena voluntária traz mudanças na rotina, e o sono não escapa. 

 

Hidratar-se, estabelecer uma boa rotina alimentar e preservar o sono são essenciais para fortalecer o sistema imunológico durante este período. Dormir bem tem uma relação direta com as doenças virais, pois uma das principais funções do sono é fortalecer a imunidade. Por isso, é fundamental criar uma rotina que valorize o sono: a melatonina, hormônio produzido enquanto dormimos, é responsável pelo fortalecimento de todo o organismo.

 

Segundo um estudo da Universidade Carnegie Mellon, feito com 153 pessoas saudáveis, foi possível concluir que pessoas com menos de 7 horas de sono por noite estão mais sujeitas a resfriados e doenças, devido à baixa na imunidade. Quando se dorme menos e com pior qualidade, o corpo libera o cortisol, hormônio do estresse e que torna o sistema enfraquecido. 

 

Priorizar os cuidados com o sono é fundamental na quarentena. Mantenha o horário de ir para a cama e o horário de acordar, reservando ao menos 8 horas de sono. Evite exposição aos equipamentos eletrônicos antes de dormir e deixe as bebidas estimulantes de lado. Mantenha-se atento a qualquer sintoma e capriche na prevenção com uma boa alimentação, atividades físicas em casa e ótima rotina de sono. 

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!