10 fatos sobre apneia do sono que você precisa saber

A apneia do sono é um dos problemas mais comuns na hora de dormir. Listamos 10 fatos que você precisa saber sobre essa condição para ter uma noite melhor:

1. A apneia do sono, ou Síndrome de Apneia Obstrutiva do Sono, é uma doença crônica, evolutiva e caracterizada pela obstrução parcial ou total das vias, ocasionando paradas repetidas e temporárias da respiração enquanto a pessoa dorme. As vias aéreas colapsa, interrompendo a respiração e impedindo que o ar chegue até os pulmões.

2. A apneia é entendida como a interrupção completa do fluxo de ar por meio do nariz ou da boca por um período de pelo menos 10 segundos nos adultos. Já a hipopneia é a redução de 30% a 50% do fluxo de ar. 

3. A apneia se manifesta devido a diversos fatores: os músculos da garganta e língua relaxam mais que o normal, as amídalas e adenoides são grandes, a pessoa está acima do peso (o excesso de tecido mole na garganta dificulta mantê-la aberta), ou o formato da cabeça e pescoço resulta em menor espaço para a passagem de ar na boca e garganta. 

4. Entre os principais sintomas do problema, há o ronco e a sonolência durante o dia, ainda que muitos pacientes não percebam. A sonolência acontece por causa das interrupções do sono durante a noite. 

5. Outros sintomas da apneia são acordar com sensação de sufocamento, ofegante, com dor no peito, desconforto e dores de cabeça. A boca também pode ficar seca ou haver dor de garganta. A dificuldade de concentração, irritabilidade e impotência sexual são outras manifestações da apneia. 

6. A apneia aumenta a probabilidade de o paciente desenvolver doenças letais, associando-se à hipertensão, insuficiência e arritmia cardíaca, derrame e diabetes.

7. Aproximadamente 30% da população mundial sofre do problema. A maioria dos pacientes - entre 85% e 90% - convive com a doença sem receber o diagnóstico e prossegue sem tratamento. 

8. Nem todas as pessoas que roncam têm apneia do sono. O diagnóstico é feito através de um exame de polissonografia, que monitora o sono por equipamentos eletrônicos. O exame clínico é recomendado para que seja avaliada a condição do trato respiratório e deve ser feito por um médico com especialização da área.

9. Mudanças nos hábitos de vida podem melhorar significativamente o problema, como perder peso, evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

10. A apneia do sono é um problema médico grave, que altera a vida da pessoa e contribui no desenvolvimento de certos transtornos. A correta identificação permite o tratamento adequado, que irá regular a respiração, cessar os roncos e tornar o sono mais tranquilo, melhorando a qualidade de vida. 

 

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!