Ciclo do Sono Ruim: saiba o que falta de sono, aumento de peso e ronco têm em comum

Quando dormimos mal, sentimos mais fome ao longo do dia. Isso faz você ganhar peso, e consequentemente te levar ao ronco. O contrário também é verdadeiro: quando você ronca, seu sono será de pior qualidade o que causará um aumento de peso adicional que contribuirá para a piora do quadro de ronco. Para quebrar esse círculo vicioso a solução é parar de roncar e controlar o peso.

A quantidade de sono é importante!

O consenso é que o ideal de sono de um adulto seja de sete a nove horas de sono! Pesquisas publicadas pela National Diet and Nutrition Survey evidenciaram que os adultos no Reino Unido que têm padrões de sono fracos são mais propensos a estar em sobrepeso e ter uma saúde metabólica mais comprometida.

As pessoas estudadas que estavam dormindo em uma média de apenas seis horas por noite tinham uma média de cintura 3cm maior se comparada a dos indivíduos com hábito de dormir de oito a nove horas de sono por noite.

Esse estudo envolveu 1.651 adultos que relataram quanto tempo dormiram e registraram a ingestão de alimentos. Os participantes tiveram amostras de sangue colhidas e peso, circunferência da cintura, açúcar e colesterol no sangue, função da tireóide  e pressão arterial registradas.

Foi comprovado que o sono insuficiente pode contribuir para o desenvolvimento de diversas doenças metabólicas, como diabetes. E quem dorme menos tem tendência a fazer escolhas menos saudáveis.

Mas e o ronco?

Também é um sinal de atenção para a saúde, já que foi comprovado que ele está intimamente ligado com o risco de doenças cardiovasculares como acidentes vasculares cerebrais e ataques cardíacos. O sono curto foi relacionado a níveis reduzidos de colesterol “bom” no sangue, que limpa gorduras ruins da circulação e evita doenças cardíacas. O ronco interrompe o desenvolvimento.

 

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!