Academia do Sono em Ribeirão Preto coloca a insônia em debate

Segundo estimativa da Associação Brasileira do Sono, 73 milhões de brasileiros sofrem com insônia! Ainda bem que temos especialistas no assunto para debater o problema da insônia! No dia 16 de agosto foi realizado em Ribeirão Preto a Academia do Sono. O curso trata de diversos aspectos relacionado ao sono, mas teve a insônia como tema principal. Com uma visão científica e psicológica, A Academia do Sono  aborda os principais transtornos do sono, com enfoque prático para os interessados na área da medicina do sono. O curso é voltado para estudantes de medicina, fisioterapia, enfermagem e toda área de ciências biológicas, além das pessoas que se interessam em entender os transtornos do sono, fenômeno que afeta mais de 33% da população mundial.

Geralmente os insones começam o dia já se sentindo cansados, têm problemas de humor e falta de energia e têm o desempenho no trabalho ou nos estudos prejudicado por causa deste distúrbio. Apesar das pessoas darem pouca importância para o sono, e da desculpa que as horas de sono deveriam ser usadas para outras atividades produtivas, a qualidade de vida costuma ficar comprometida. 

O HC-RP (Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto) atende, em média, 360 pacientes com distúrbios do sono por mês. A insônia pode ocorrer como um transtorno primário, ou estar associada a depressão, ansiedade, outros transtornos do sono e uso de medicamentos.  Saiba o que fazer para amenizar esse mal que afeta essa geração que acaba levando tantos problemas para a hora de dormir: 

  • Evitar alimeentos com cafeina como café, refrigerante, chás (mate, preto, verde e branco) e chocolate. A ingestão de alimentos de algo valor calórico em grandes quantidades também podem levar a má qualidade do sono 
  • Outro vilão do sono são os exercícios físicos praticados à noite. A realização de atividades físicas intensas leva a liberação de uma substância denominada cortisol. Essa substância tem propriedades estimulantes e pode promover insônia.
  • Atenção ao ronco!  O  ronco  indica que não estamos respirando bem. Nesse caso, a pessoa deve procurar ajuda médica. 

 A utilização de medicamentos para auxiliar o sono deve ser feita de maneira cuidadosa , já que muitos destes medicamentos podem causar dependência e apresentar efeitos colaterais alteração de memória e de concentração.Busque sempre ajuda qualificada! 

 

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!