Sono ruim pode afetar pressão arterial

As horas de sono servem para que o corpo repouse, relaxe e se recupere das atividades durante o dia, entre outras funções. Quando isso não acontece, todo o metabolismo acaba sendo afetado, principalmente se isso for recorrente e consequência de algum distúrbio do sono como a apneia.

Déficit de memória, alteração do humor, cansaço e falta de energia são algumas das consequências do ronco e da apneia do sono. Além disso, o coração também é afetado pelos distúrbios do sono mencionados porque levam à queda da oxigenação sanguínea e fragmentação do sono. Com isso, há maior liberação de adrenalina e outros hormônios do estresse como o cortisol, e maior produção de radicais livres e substâncias inflamatórias.

A adrenalina produzida permanece na circulação mesmo durante o dia provocando o aumento da pressão sanguínea e possíveis arritmias cardíacas. Os radicais livres e substâncias inflamatórias causam maior deposição de gordura nas paredes dos vasos - a aterosclerose -, e é o principal fator responsável por infartos do miocárdio e AVC.

Por isso, é tão importante ter um sono de qualidade e investigar quando isso não acontece. A descoberta e tratamento de algum distúrbio do sono pode melhorar a saúde do indivíduo como um todo.

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!