Preparado para o fim do horário de verão?

No próximo final de semana, chega ao fim mais um horário de verão. Por isso, pessoas que sentem mais a mudança devem seguir algumas dicas para minimizar os efeitos da hora perdida em outubro e recuperada em fevereiro.

1 – Antecipar o horário de dormir gradativamente. Essa dica tem mais eficácia se colocada em prática uma semana a dez dias antes. Mas vale começar hoje, com uma antecipação maior, de 15 minutos por dia, em vez de cinco.
2 – Evitar bebidas estimulantes à noite, principalmente as que contenham cafeína, como refrigerantes, café e chás (alguns deles).
3 – Alimentação leve à noite favorece a digestão. Comidas pesadas já atrapalham o sono normalmente, mais ainda quando acontecem mudanças no horário.
4 – Evitar bebidas alcóolicas é outra boa prática. Ao contrário do que algumas pessoas acreditam, o álcool não ajuda a dormir, ele prejudica a qualidade do sono. Portanto, evite esse tipo de bebida.

Alertas:

Pessoas com problemas cardíacos, endócrinos ou pressão alta – é comum que esse tipo de pessoa sinta mais a mudança no horário. Os sintomas se exacerbam, como pressão mais alta ou arritmia mais intensa. Alterações no humor também podem ocorrer.

Idosos já têm, pela própria condição, mais dificuldades em se adaptar, podendo levar até um mês para que isso aconteça. Por isso, aproveitar a luz do dia ao máximo e reduzir a luminosidade artificial à noite, evitando ficar vendo TV, usar computador e dispositivos como smartphones e tablets, são boas medidas para ajudar no período de adaptação.

 

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!