Calor em excesso prejudica o sono e pode provocar sensação de ressaca

A temperatura ideal no ambiente para uma boa noite de sono fica na casa dos 18° de acordo com pesquisas, pois assim o corpo consegue perder a quantidade de calor que acumulou durante o dia.

Segundo o pesquisador de hábitos do sono, Christopher Gordon, um sono perfeito só ocorre se houver uma queda significativa na temperatura do corpo. Se o ambiente onde a pessoa for dormir estiver com 18°, por volta das cinco horas da manhã, o corpo chegará a sua temperatura mais baixa durante o dia todo.

Esse processo é fundamental para um sono de qualidade. Se o quarto estiver muito quente e a temperatura do corpo não baixar, isso causará interferência nas horas mais vitais do sono.
Retenção de líquidos, pele inchada, dores de cabeça, falta de concentração, memória falha e aumento na pressão sanguínea são sintomas conhecidos para quem costuma abusar no consumo de álcool, pois surgem nas ressacas. Uma noite de muito calor pode provocar o mesmo efeito, segundo pesquisa realizada por cientistas internacionais.

Um estudo feito nos Estados Unidos há cerca de três anos mostrou a importância da climatização correta do quarto, pois os participantes que dormiram em quartos com 18° por 30 dias conseguiram aumentar as reservas de tecido adiposo marrom, responsável em ajudar o corpo a queimar calorias e a gastar o excesso de açúcar no sangue. Isso só confirma a influência do sono de qualidade no peso corporal.

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!