Sono ruim é prejudicial à saúde

Demorar para pegar no sono, dormir mal ou poucas horas são situações que a maioria das pessoas enfrenta, seja eventualmente, seja constantemente. Quando a qualidade do sono é ruim de forma rotineira, a saúde fica comprometida. Saiba quais os possíveis problemas decorrentes de dormir menos horas do que o necessário:

Engordar

A leptina é o hormônio produzido durante o sono e ele é responsável por regular a sensação de saciedade ao logo do dia. Além disso, a grelina, que é o hormônio que provoca a fome e reduz o gasto de energia é mais produzido por quem dorme menos. Ou seja, quem dorme pouco pode engordar com maior facilidade por ingerir mais calorias e queimar menos durante o dia.

Baixa imunidade

O sistema imunológico é afetado pelas horas de sono, pois a produção de anticorpos ocorre enquanto dormimos. Os leucócitos, que combatem corpos estranhos no organismo, também são afetados.

Cansaço, dificuldade de raciocínio e ansiedade

O sono de baixa qualidade mexe com o metabolismo do organismo, incluindo a síntese dos hormônios do crescimento e do cortisol. Como consequência, podem surgir cansaço, dificuldade de raciocínio e ansiedade.

Adrenalina e pressão

As duas podem aumentar a partir de uma noite mal dormida. Isso acontece porque o organismo fica em estado de alerta e aumenta a pressão sanguínea durante a noite. Se o sono permanecer irregular, a pessoa pode desenvolver hipertensão arterial.

Envelhecimento

A melatonina e o hormônio do crescimento são considerados hormônios "rejuvenescedores", pois atuam como reparadores e calmantes para a pele. Consequentemente, se o sono não tem a duração necessária, os hormônios não trabalham direito, favorecendo o envelhecimento precoce com o aparecimento de marcas de expressão, rugas e pele sem brilho.

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!