Dormir mal pode engordar

Barulho e excesso de iluminação são coisas que fazem parte da vida moderna. Difícil ter um lugar silencioso ou onde o quarto fique um breu total. Por isso, fatores como esses prejudicam a qualidade do sono.

E dormir mal provoca uma série de consequências. Engordar é uma delas, por várias razões: o hormônio leptina tem sua produção reduzida, justo ele que inibe a fome. Se a fome não é inibida e a pessoa não consegue dormir, aumenta o risco de atacar a geladeira, fazer um lanche na madrugada ou se empanturrar até que o sono venha.

Por outro lado, a grelina, conhecida como o hormônio da fome, sobe de produção pela falta de sono. Dormir mal também reduz a vontade de praticar exercícios físicos e aumenta a produção de cortisol, que contribui para o acúmulo de gordura na região abdominal.

Portanto, mesmo vivendo em cidades movimentadas, barulhentas e tendo em casa muita luz, é possível ter um sono de qualidade, mas hábitos precisarão ser mudados, como não ter equipamentos eletrônicos no quarto, por exemplo, assim como deixar o cômodo completamente escuro e não utilizar celular, tablete, computador ou televisão antes de dormir.

Parece impossível, mas o esforço será recompensado quando a qualidade do seu sono melhorar.

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!