Sono de qualidade ajuda a evitar Alzheimer

A qualidade do sono interfere no funcionamento do organismo sob vários aspectos já comprovados em pesquisa. No caso do Alzheimer, existem estudos que mostram uma relação entre o sono ruim e o aumento do risco de acúmulo de placa de proteína beta-amilóide no cérebro, que é diretamente associado à doença.

De acordo com o Dr. Brad Dickerson, Professor Associado de Neurologia na Harvard Medical School, estudos com adultos com mais de 65 anos - que tinham placas amiloides - descobriram que o sono lento profundo é reduzido, produzindo reflexos na memória.

O Alzheimer está associado ao acúmulo de proteínas amiloides no cérebro, formando placas entre os neurônios que impedem a transmissão de sinais e prejudicam a atividade neural. Como este acúmulo é provocado pela redução do sono profundo, que impede o organismo de limpar o excesso de amiloide, o processo vira um círculo vicioso.

Por isso, é muito importante cuidar da qualidade do sono, o que começa com bons hábitos como dormir em quarto completamente escuro, não assistir TV e ficar no celular à noite etc. não importa a idade.

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!