Mais de um terço dos brasileiros têm problemas para dormir

De acordo com a Associação Brasileira do Sono, 36,5% dos brasileiros dormem mal. Esse problema pode ter graves consequências, pois dormir é um processo fisiológico necessário a todas as pessoas. Existem doenças cardiovasculares que são consequência da baixa qualidade do sono.

Além do relaxamento corporal e mental, o nosso organismo realiza uma série de funções enquanto dormimos, inclusive a liberação de hormônios importantes. Por isso, vários problemas podem surgir a partir de uma rotina de noites mal dormidas, como falta de concentração, mau humor e perda de memória. Segundo a Academia Americana de Medicina do Sono, é preciso dormir durante sete a oito horas de sono por noite, no caso de um adulto.

A Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) é um dos distúrbios do sono mais comuns. Ela provoca o ronco, pois as vias aéreas superiores ficam obstruídas em função do seu fechamento quando os músculos da garganta relaxam. Quando ocorre a obstrução, o nível de oxigênio no sangue é reduzido. A SAOS aumenta o risco de morte e deve tratada por especialista para evitar que surjam doenças decorrentes e para garantir um sono de qualidade.

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!