Os efeitos do horário de verão

Todo ano a história se repete, chega o horário de verão e os brasileiros se dividem entre os que amam e os que odeiam a mudança no relógio para economizar no gasto de energia elétrica.

Mas o fato é que em ambos os lados o horário de verão provoca efeitos como insônia, cansaço e até alterações hormonais. O período de adaptação do organismo costuma levar de cinco a sete dias, se houver uma preparação prévia. Caso contrário – situação da grande maioria -, no máximo em duas semanas o sono estará adaptado.

A recomendação médica é basicamente sempre a mesma, mas muitas pessoas têm dificuldades em seguir: dormir sempre no mesmo horário. Adotando a rotina de ter horários regulares, ficará mais fácil encarar o horário de verão.

Como algumas pessoas sentem mais fortemente os seus efeitos, principalmente em relação à sonolência diurna, recomenda-se evitar dirigir por muito tempo nos primeiros dias. Pode parecer pouco adiantar o relógio em uma hora, mas isso é como viajar para um lugar com outro fuso horário. É preciso dar um tempo ao organismo para se acostumar.

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!