Blog do Sono

Várias celebridades afirmam que dormem pouco para produzir mais. Contudo, esse hábito pode causar danos cognitivos até mesmo àqueles que dormem 6 horas por noite. Um estudo recentemente divulgado mostrou que o déficit de sono é discreto: 10 dias dormindo 6 horas, segundo a pesquisa, ocasiona o mesmo efeito na cognição do que passar uma noite inteira acordado. Assim, diminui reflexos, velocidade de reação e capacidade de interpretar textos.

Se você é pet lover e ama dormir com o seu bichinho, com certeza já se perguntou: será que dormir com ele, no mesmo quarto, afeta a qualidade do sono?  A presença dos animais de estimação aprimora a qualidade do sono, fazendo o dono se sentir mais seguro e aumentando a tranquilidade durante a noite. No entanto, há algumas condições para isso. 

Pessoas que dormem menos de seis horas diárias ou sofrem de distúrbios do sono têm mais propensão a desenvolver doenças cardíacas. A informação pode não parecer preocupante, mas um estudo realizado na Inglaterra constatou que esse perfil de pessoa tem 48% mais risco de desenvolver algum problema cardíaco. Noites mal dormidas também aumentam a chance de ocorrerem derrames em 15%. 

Descansar, para muitas pessoas, é sinônimo de dormir. Todos já tivemos péssimas noites de sono, que nos deixaram extremamente cansados e loucos por uma cama confortável. Porém, o que, de fato, ocorre com o organismo quando não dormimos bem? Pesquisadores da Universidade de Friburgo, na Suíça, tentaram responder à pergunta. Resolveram, então, comparar as atividades do cérebro humano após uma noite de restrição de sono a uma noite dormida. 

Pagina 1 de 27

Tudo Sobre o Sono

Agende seu exame na pneumosono.

A melhor infraestrutura para você!